VOTO IMPRESSO TEM MAIORIA

Mato Grosso do Sul, 10 de junho de 2021

Ao menos 21 dos 32 deputados na comissão que analisa a adoção do voto impresso são a favor da medida, três a mais do que o necessário para que ela avance na Câmara. O presidente do TSE, ministro Luiz Roberto Barroso, diz que o custo de sua implantação custará muito dinheiro aos cofres públicos e classifica a medida como retrocesso, mas diz que, se aprovada, será cumprida.

Além do Brasil, somente Bangladesh e Butão usam urnas eletrônicas sem comprovante impresso.

DENUNCIADO

O Ministério Público Federal denunciou ontem o assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência, Filipe Martins, por crime de racismo. Em março, durante sessão no Senado, Martins foi flagrado por câmeras fazendo um gesto usado por supremacistas brancos nos EUA.

CONDENADOS

O ministro do Superior Tribunal de Justiça Joel Ilan Paciornik restabeleceu as condenações dos policiais que participaram do massacre do Carandiru, em 1992, quando 111 presos foram mortos na repressão a um motim. Os agentes haviam sido condenados, por cinco júris populares entre 2013 e 2014, a penas que variavam de 48 a 624 anos de prisão, mas os vereditos foram anulados em 2018 pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Os condenados ainda podem recorrer da decisão do ministro.

NO PERU

A apuração no Peru está praticamente concluída, com 99,12% dos votos contabilizados, e o esquerdista Pedro Castillo mantém uma vantagem de 71.441 votos (0,408 ponto percentual). Embora ainda haja 751 atas (urnas) em análise pela Justiça eleitoral, a candidata conservadora Keiko Fujimori parece reconhecer a derrota – no mau sentido. Ela anunciou ontem que seu partido, o Força Popular, pediu a anulação de 802 atas já validadas em todo o país sob alegação de fraudes. Elas representam cerca de 200 mil votos.

No Brasil, o governo já dá como certa a vitória de Castillo. Durante um culto evangélico na cidade goiana de Anápolis, Jair Bolsonaro admitiu: “Perdemos o Peru.”

RACISMO ARGENTINO

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, fez um comentário preconceituoso em encontro com o premiê espanhol, Pedro Sánchez, e empresários dos dois países. “Os mexicanos vieram dos índios, os brasileiros saíram da selva, mas nós os argentinos, chegamos de barcos. E eram barcos que vieram de lá, da Europa”, disse. Fernández tentou se explicar, dizendo citar o poeta mexicano Octávio Paz, mas a frase infeliz é de uma música do argentino Litto Nebbia. Depois, pediu desculpas em redes sociais.

O racismo de Fernández provocou reações de autoridades e, obviamente, memes.

VIVER

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta quarta-feira o início dos testes clínicos em humanos da ButanVac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo Instituto Butantan e que terá produção 100% nacional. O instituto já está produzindo o imunizante, mas a agência explicou em nota que precisará de mais informações e dos resultados dos testes antes de autorizar seu uso emergencial.

Falando em vacinas, o governo americano está negociando a compra de 500 milhões de doses do imunizante da Pfizer para serem distribuídos a outros países. Após imunizar a maioria da população dos EUA, Biden estaria buscando recuperar o terreno perdido para China e Rússia na geopolítica da vacina.

E a prefeitura do Rio já estuda a vacinação de adolescentes de 16 e 17 anos. Se for autorizada, ela acontecerá depois do calendário da população adulta, previsto para terminar em 23 de outubro.

O Brasil está se aproximando das 480 mil mortes por Covid-19. Com os 2.484 óbitos registrados nas últimas 24 horas, o total desde o início da pandemia chega a 479.791. A média móvel em sete dias foi de 1.727 mortes, 2% a menos que nos 14 dias anteriores, o que confirma a tendência de estabilidade em patamar elevado.

FONTE CANAL MEIO E BLOG DO BOSCO

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *