Tag: Meio

22 Jan 2020

cONectado
MPF denuncia jornalista mesmo sem investigação O Ministério Público Federal apresentou ontem denúncia contra sete pessoas no âmbito da Operação Spoofing, que investiga a invasão dos conteúdos de conversas por Telegram de inúmeras autoridades. Além dos seis diretamente envolvidos com o hack, o procurador Wellington Divino de Oliveira também denunciou o jornalista americano Glenn Greenwald, co-fundador do Intercept Brasil, site responsável pela publicação dos diálogos que compõem a Vaza Jato. Segundo o procurador, Greenwald teria auxiliado, orientado e incentivado as atividades criminosas do grupo. Como prova, Oliveira cita a gravação de um diálogo entre o jornalista e um hacker, encontrada em um dos computadores apreendidos com o grupo. Antes de a primeira reportagem ser publicada, o rapaz

21 Jan 2020

cONectado
Regina Duarte aceita secretaria de Cultura, mas tem oposição de olavistas Após reunião com o presidente Jair Bolsonaro, a atriz Regina Duarte aceitou, ontem, ocupar o cargo de secretária de Cultura do governo a partir de hoje. “Nós vamos noivar”, ela disse, “vou lá conhecer onde vou habitar, com quem que vou conviver, quais são os guarda-chuvas que abrigam a pasta, enfim, a família. Noivo, noivinho”, seguiu. Seu objetivo é pacificar a relação do governo com a classe artística mas, ela diz, este é um período de testes para ver se consegue se adaptar. “Sou apoiadora deste governo desde sempre e defendo a classe artística desde os 14 anos”, falou a Mônica Bergamo. A atriz foi convidada por Jair Bolsonaro para comandar a pasta após a demissão de Roberto Alvim, que divulgou um vídeo citando o

20 Jan 2020

cONectado
Com Regina Duarte, Cultura pode voltar a ser ministério Caso a atriz Regina Duarte aceite o convite para substituir o secretário de Cultura derrubado Roberto Alvim, a pasta pode voltar a ser ministério. A mudança está sendo avaliada pelo presidente Jair Bolsonaro e já foi posta na mesa em sua oferta para a atriz. Regina aguarda uma conversa pessoal para tomar sua decisão. Ela fez campanha para Bolsonaro, durante as eleições, e teve ao longo dos anos uma atuação política marcadamente antipetista. Sua indicação divide a classe artística. A atriz Mariana Lima é crítica. “Não entendo uma pessoa como a Regina, o Carlos Vereza, se alinharem com esse governo”, ela diz. “Não entendo você estar do lado daqueles que estão fazendo de tudo para acabar com a arte, a imprensa, o pensamento, as conquist

18 Jan 2020

cONectado
O mundo de ficção científica de 2030 A primeira estação comercial de rádio estreou em 2 de novembro de 1920 — a KDKA, de Pittsburgh, na Pensilvânia. Era uma operação ousada, financiada pela Westinghouse Electric. Rádios já existiam, claro, mas usados para comunicação um a um. A ideia de uma estação que gerasse programas lançados ao ar que pudessem distrair um público que teria aparelhos capazes de receber sinal, mas não enviar, era no mínimo inusitada. Mas a Westinghouse queria vender aparelhos de rádio, então inventou e apostou no conceito. Colou. Os anos 20 do século passado foram marcados pela explosão do rádio, pelo surgimento da comida congelada para venda, a torradeira elétrica, e o desenvolvimento da insulina para o tratamento de diabetes. Na primeira metade do século 20, foi talve

17 Jan 2020

cONectado
Secretário de Cultura evoca Goebbels e pede arte ‘heróica’ O secretário de Cultura Roberto Alvim publicou nas redes, ontem, um vídeo no qual descreve as diretrizes da política para as artes no Brasil em sua gestão. Com no fundo tocando um trecho de Lohengrin, uma ópera do compositor Richard Wagner, e uma cruz dupla à mesa, Alvim anunciou um Prêmio Nacional de Artes. “A arte brasileira da próxima década será heroica e será nacional”, ele afirmou. “Será dotada de grande capacidade de envolvimento emocional e igualmente imperativa, posto que profundamente vinculada às aspirações urgentes de nosso povo, ou então não será nada.” O discurso emula o usado por Joseph Goebbels, ministro da propaganda do Terceiro Reich — “A arte alemã da próxima década será heroica, será ferreamente romântica, será

16 Jan 2020

cONectado
Chefe da Comunicação do Planalto recebe dinheiro de empresas que contrata O chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência, Fabio Wajngarten, recebe dinheiro de emissoras de TV e agências de publicidade que, em sua função no Planalto, ele contrata. Segundo os repórteres Fábio Fabrini e Julio Wiziack, dinheiro entra através da FW Comunicação e Marketing, uma empresa que faz controle de concorrência — estudos de mídia para TVs e agências, mapa de anunciantes no mercado, além de averiguação sobre se peças publicitárias foram veiculadas. Dentre seus clientes estão a Band (que pagou um total de R$ 109 mil em 2019) e Record, além das agências Artplan, Nova/SB e Propeg. Wajngarten é dono de 95% da empresa e, sua mãe, de 5%. A Secom, que dirige, é responsável pela verba publicitária do

15 Jan 2020

cONectado
EUA indicam Brasil como próximo a entrar na OCDE A mudança de governo na Argentina terminou por beneficiar o Brasil em seu pleito para se juntar à Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, OCDE. O presidente americano Donald Trump já havia prometido indicar o país a seu par brasileiro, Jair Bolsonaro, no primeiro semestre de 2019. As ações dos EUA, porém, não davam sinal de cumprimento da promessa para além das palavras — nas recomendações oficiais foram apresentados os nomes de Argentina e Romênia. Ontem, mudou. O Departamento de Estado afirmou que gostaria de substituir a Argentina pelo Brasil. Washington ainda não se comprometeu com um cronograma para o início do processo de admissão. Há um debate entre EUA e União Europeia — os europeus desejam acelerar a expansão da OC

14 Jan 2020

cONectado
Heleno para Bolsonaro: “Se demitir Moro, seu governo acaba” Se chama Tormenta (Amazon) o livro da jornalista Thais Oyama que chega às livrarias na sexta-feira e relata os bastidores do primeiro ano do governo Jair Bolsonaro. Entre os detalhes está a informação que, em dado momento, o presidente decidiu demitir o ministro Sergio Moro. Foi quando Moro se dirigiu ao STF para pedir que a Corte não paralisasse o uso do Coaf nas investigações de corrupção, o que prejudicaria o senador Flávio Bolsonaro. Preocupado com o filho, Bolsonaro se irritou. O ministro Augusto Heleno o dissuadiu — “Se demitir Moro, seu governo acaba.” É o jornalista Guilherme Amado que conseguiu em primeira mão cópia do texto. O caso do filho Zero Um é uma preocupação permanente. Em dezembro de 2018, antes da posse, o ex-

13 Jan 2020

cONectado
Clima vira e massas protestam contra governo, no Irã Reverteu pela terceira vez este ano o clima das ruas iranianas, e a população voltou a protestos massivos contra o governo. No sábado, em um gesto raro, um general confirmou na TV que as Forças Armadas derrubaram sem intenção o avião de passageiros ucraniano que carregava 176 pessoas a bordo. O regime havia negado participação por três dias. Ao que parece, o Boeing foi atingido após ser confundido com um ataque. Após o reconhecimento, o presidente Hassan Rouhani tuitou. “A República Islâmica lamenta o erro desastroso, minhas orações se voltam para as famílias em luto.” As multidões que eram pró-governo por conta da morte por míssil americano do general Qassim Suleimani, voltaram ao tom crítico que tinham na virada do ano. Aos protestos,

11 Jan 2020

cONectado
Quem bate Trump — esquerda ou centro? Janeiro é o mês mais frio do ano em Iowa, um estado no Meio-Oeste americano, já quase no Norte do país. A temperatura média é sempre abaixo do zero grau, e embora tempestades não sejam comuns o frio é tão intenso que dificulta caminhadas no lado de fora. É um estado pequeno, mal passa dos três milhões de habitantes, 90% da população branca, três quartos nasceram lá e lá morrerão, mais de metade são protestantes, um quarto de católicos, e uns 15% se declaram não religiosos. A terra, da qual um dia saiu o povo Sioux, é hoje americana no talo, ao menos no estereótipo do WASP — branca, anglo-saxã, protestante —, em meio a um país que se transforma e se diversifica. E é lá, em Iowa, que de quatro em quatro anos começa a corrida presidencial americana. Conf