Prática, concisa é a resenha diária de Bosco Martins.
Em poucos minutos você já sai de casa sabendo o que há de importante.

Programação para o fim de semana. No sábado, o choro ocupa as redes do Sesc Santana com show do Regional Imperial com participação do violonista João Lyra. No mesmo dia, os filhos de Baden Powell, Marcel e Philippe, conversam sobre o legado do violonista nos perfis do projeto 20 Anos sem Baden e Casa Natura Musical no Instagram. João Bosco, Amaro Freitas e Hamilton de Holanda são alguns dos convidados do MIA, festival de música instrumental do interior paulista que será transmitido pelas Oficinas Culturais no domingo. Até domingo, o Festival Bananada transmite via Twitch o #BanaLive, com shows de Rakta, Badsista e Edgar, entre outros. No sábado, às 20h, Elza Soares e Djonga participam da live de encerramento do Festival IMuNe.

VIVER

O Brasil registrou 818 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 139.883 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de novas mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 693 óbitos, uma variação de -1% em relação aos dados registrados em 14 dias. No total, 8 estados apresentaram alta de mortes: MG, RJ, AM, AP, RR, BA, PI e RN.

Pois é… pessoas que se mantêm em quarentena rígida ainda existem, seja por serem do grupo de risco ou para tentarem proteger pessoas próximas. “Não sei como vou conseguir voltar a viver de maneira normal, diante de tanta decepção com o coletivo”, disse a estudante de psicologia Brenda Cavalcante. Outros desabafos.

E o governo federal informou na noite de ontem que o presidente Jair Bolsonaro editou duas medidas provisórias para garantir a participação do Brasil na Covax Facility, programa coordenado pela Organização Mundial da Saúde para impulsionar o desenvolvimento e garantir a compra de vacinas contra a Covid-19.

Ainda sobre a pandemia, países não deveriam aliviar as medidas de restrição até que atendam cinco critérios – e muitas nações não estão nem perto disso, de acordo com uma nova análise publicada ontem no Lancet. Os pesquisadores avaliaram nove países que começaram a afrouxar as restrições – Hong Kong, Japão, Nova Zelândia, Cingapura, Coréia do Sul, Alemanha, Noruega, Espanha e Reino Unido. Eles descobriram que muitos governos não cumpriram os critérios necessários para evitar novas ondas de infecção, como visto na Espanha, Alemanha e Reino Unido. “A evidência é clara. Se estamos tendo um ressurgimento de doenças, de número de casos, então eles abriram muito cedo, é uma espécie de axiomático“, disse Martin McKee, professor de saúde pública na London School of Hygiene à CNN.

Sobre os incêndios no Pantanal, a suspeita dos policiais é que tenham sido provocados para transformar vegetação em pastagem. Entre janeiro e agosto de 2020, incêndios que saíram de controle devastaram mais de 12% do Pantanal,

Mas o que pensam três pessoas que atuam na região? A AFP ouviu um produtor agropecuário, um representante de uma ONG e uma acadêmica especialista em áreas alagáveis. “O homem pantaneiro aprendeu a usar o fogo, seja para renovar o solo, ou para iniciar um novo plantio para o gado. O que precisamos entender é como fazer esse manejo corretamente”, defende Leonardo Gomes, diretor de relações institucionais do Instituto SOS Pantanal. Catia Nunes da Cunha, pesquisadora do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Áreas Úmidas, concorda que não é possível culpar um grupo específico pelos incêndios. Para João Gaiva, agrônomo e pecuarista em Mato Grosso, os incêndios acontecem porque “engessaram o homem pantaneiro: não deixam que ele limpe a terra”.

Por falar em fogo, é uma época crítica do ano no Emerald Triangle, um canto de três condados do norte da Califórnia que, segundo algumas estimativas, é a maior região produtora de cannabis dos Estados Unidos. O incêndio ameaça o enclave de cultivo de cannabis de Post Mountain-Trinity Pines, que abriga até 40 fazendas legais, mas muitos dos habitantes locais se recusam a evacuar a área.

ECONOMIA

Nove meses de pandemia levaram a uma queda mundial de 10% na renda dos trabalhadores, segundo a Organização Internacional do Trabalho. Isso representa uma perda de US$ 3,5 trilhões. A estimativa equivale a 5,5% do PIB global e foi calculada a partir do número de horas de trabalho perdidas desde o início da pandemia. Essa recuperação econômica será difícil, segundo a organização, já que um grande número de pessoas tem abandonado o mercado de trabalho.(Financial Times)

Pois é… Num período de quatro meses de pandemia, o número de desempregados no Brasil cresceu 27%, atingindo 12,9 milhões em agosto. São mais 2,8 milhões no grupo de desocupados. A participação de mulheres no mercado de trabalho é a menor desde 1990: ficou em 46,3% entre abril e junho. (G1)

Enquanto aumenta a procura por vagas, as ofertas têm diminuído: caíram entre 12% e 36% nas principais plataformas de emprego neste ano na comparação com os primeiros oito meses do ano passado. (Folha)

E com a redução do auxílio emergencial a partir de setembro até o final do ano, a pobreza deve subir novamente ao mesmo nível pré-pandemia após ter tido baixas históricas, segundo o Ibre/FGV.

Um estudo do BC apontou que grande parte dos valores recebidos foram utilizados pela população para fazer compras e que apenas uma pequena parcela do benefício foi destinada à poupança. (Folha)

COTIDIANO DIGITAL

A Amazon entrou no mundo de games em nuvem. Seu novo streaming Luna vai estar disponível inicialmente para PC, Mac, Fire TV, iPhone e iPad, com uma versão Android planejada para depois. Por enquanto, só nos EUA a partir de US$ 5,99, ainda sem previsão para um lançamento internacional. A nova plataforma promete acirrar a disputa no mercado de jogos em nuvem que já tem o Google Stadia e o xCloud da Microsoft. O grande diferencial do Luna é a integração com o Twitch, plataforma de streaming da Amazon: os jogadores verão streams do Twitch no Luna, e pelo Twitch poderão jogar no Luna. Assim como o Google Stadia, o Luna ainda terá um controle próprio Wi-Fi que é conectado com a assistente Alexa e promete latências mais baixas.

A Amazon também anunciou outros lançamentos que vão estar disponíveis no Brasil. Uma nova geração de dispositivos inteligentes da linha Echo e da Fire TV.

A briga dos aplicativos contra a Apple e o Google ganhou mais um capítulo. Foi criado o grupo Coalition for App Fairness (algo como Coalizão pela Justiça nos Apps) para lutar contra as políticas consideradas prejudiciais da App Store e do Google Play. Há 13 membros iniciais que incluem Spotify, Basecamp, Epic Games e Match Group, que têm aplicativos como Fortnite, Tinder e Hinge. No centro do debate está a cobrança da comissão de 30% para todas as transações dentro dos marketplaces. Outras dez mudanças pedidas incluem um processo mais transparente para obter a aprovação de aplicativos e o direito de se comunicar diretamente com seus usuários. A ideia é que todos os envolvidos juntem recursos e atuem em conjunto contra as big techs. O grupo pode ajudar a Epic Games, que foi banida da App Store e está em um processo na Justiça contra a Apple.

Fonte: Meio

Compartilhe:

25 Set 2020