Newsletter – 24 de Setembro de 2018

Liberdade de expressão

Programa Tim Lopes: Quem matou e quem mandou matar Jairo de Sousa?

  • O assassinato do radialista Jairo de Sousa, de 43 anos, em Bragança, no nordeste do Pará, completou 3 meses na última sexta-feira, 21.set.2018, sem que nenhum suspeito tenha sido apontado. Jairo José Sousa Jr., de 18 anos, filho do comunicador, ajudava o pai na rádio e nutre o sonho de ser radialista: “O espírito de luta dele está em mim. O que está errado tem de mudar. Medo, a gente sempre tem, mas a luta não pode parar.” A reportagem de Angelina Nunes, coordenadora do Programa Tim Lopes, conta a história de Jairo e de seu assassinato.

 


Radialista é alvo de atentado no Ceará

  • Na última sexta-feira (21.set.2018), o radialista Sandoval Braga Júnior foi alvo de um atentado na cidade de Jaguaruana (CE), a 180 km da capital Fortaleza. Rendido por dois homens na garagem da Rádio União FM, onde trabalha, Braga Jr. foi atingido por um tiro na panturrilha. O projétil quebrou a tíbia do radialista, que foi submetido a uma cirurgia e passa bem. Um dos bandidos disse à vítima “isso é para você não falar mais nada na rádio”. Segundo informações do G1, Braga Jr. havia recebido ameaças para “deixar de falar besteira” no ar.

 


WhatsApp de repórter é invadido

  • A repórter Talyta Vespa (UOL) teve a conta de WhatsApp invadida no último 19.set.2018, após a publicação de uma reportagem sobre mulheres eleitoras do candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL). Vespa entrou em um grupo de mensagens na rede social para apurar as informações para o texto.O invasor, ainda não identificado, apagou conversas e contatos profissionais e privados da repórter. O perfil dela passou a exibir “bolsonaro” abaixo de sua identificação na plataforma.

 


Investigue quem tenta esconder informações

  • Na última terça-feira, o coordenador de cursos e projetos da Abraji, Tiago Mali, apresentou um webinar de como utilizar a ferramenta Ctrl+X da Abraji. A iniciativa permite consultar quais são os políticos e partidos que mais tentam retirar informações da internet nestas eleições e a apresentação está disponível no Facebook. Se quiser ajuda com os dados para fazer reportagens, entre em contato por  tmali@abraji.org.br

 


TCC traz bastidores da cobertura de guerras

  • Patrícia Campos Mello, Marcos Losekann, José Hamilton Ribeiro, Yan Boechat, Juca Varella, Hermano Henning e Paulo Bormann Zero: é esse o time de entrevistados do documentário “O outro lado da Guerra – A visão de quem cobre”. Apresentado durante o 13º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) conta histórias e revelam o impacto de cobrir um conflito armado.

 


IFEX-ALC lança campanha de segurança digital

  • A rede IFEX-ALC, da qual a Abraji faz parte, lançou na semana passada uma campanha que objetiva melhorar a capacidade dos jornalistas de se proteger on-line, por meio da promoção de ferramentas e práticas de segurança digital. A ação inclui um documento de boas práticas e vídeos, disponíveis no site da campanha. Em agosto, a Abraji lançou a cartilha Como lidar com assédio contra jornalistas nas redes, que também está disponível on-line.

 


Como começar sua própria newsletter de mídia

  • (Via GIJN Português) Em artigo, traduzido pelo GIJN em Português, o co-fundador da The Splice Newsroom Rishad Patel dá uma série de dicas de como começar uma iniciativa de newsletter e obter sucesso. O texto do responsável por desenvolver os produtos e serviços da Splice tem conselhos de gerenciamento da lista da newsletter, explica como angariar assinantes e dá orientações sobre política editorial, conteúdo, design e métricas.
Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *