Manoel de Barros

Manoel De Barros Por Manoel De Barros

Manoel De Barros Por Manoel De Barros

Manoel de Barros
Matéria publicada no Portal Raízes. “O tema do poeta é sempre ele mesmo. Ele é um narcisista: expõe o mundo através dele mesmo. (…) O tema da minha poesia sou eu mesmo e eu sou pantaneiro. Então, não é que eu descreva o Pantanal, não sou disso, nem de narrar nada. Mas nasci aqui, fiquei até os oito anos e depois fui estudar. Tenho um lastro da infância, tudo o que a gente é mais tarde vem da infância.” Manoel de Barros em entrevista “caminhando para as origens”, a Bosco Martins, 2007. “Manoel por Manoel Eu tenho um ermo enorme dentro do olho. Por motivo do ermo não fui um menino peralta. Agora tenho saudade do que não fui. Acho que o que faço agora é o que não pude fazer na infância. Faço outro tipo de peraltagem. Quando era criança eu deveria pular muro do vizinho para cat
Diretor-presidente da RTVE revive Manoel de Barros em homenagem de escola ao poeta “criança”

Diretor-presidente da RTVE revive Manoel de Barros em homenagem de escola ao poeta “criança”

BM Mídia, Manoel de Barros
Reportagem publicada pelo Portal da Educativa em 30 de novembro de 2015. Ninguém melhor que o “caro amigo”, fã, discípulo, admirador e confidente de Manoel de Barros para falar do poeta em um ambiente cheio de crianças e curiosas em traduzir aquela linguagem naturalmente despojada, mas capaz de sensibilizar todos, independentemente da idade. O jornalista Bosco Martins, diretor-presidente da Rádio e TV Educativa (RTVE), foi ao Colégio Osvaldo Tognini, da Fundação Lowtons de Educação e Cultura (Funlec), para reviver a obra de Manoel de Barros e “brincar” de declamar e fazer poesia, como gostava o poeta. A homenagem foi idealizada e promovida junto à Feira de Ciências do tradicional colégio, que montou uma exposição de fotos e desenhos e mural com releituras do poeta que se inspirou na
Manoel de Barros é um dos assuntos mais comentados no Brasil no Twitter

Manoel de Barros é um dos assuntos mais comentados no Brasil no Twitter

Manoel de Barros
Reportagem publicada no site Campo Grande News em 13 de novembro de 2014. Por Filipe Prado Em três horas, a morte do poeta Manoel de Barros, 97 anos, chegou aos trendig topics, assuntos mais comentados pelos usuários, do Brasil. O poeta morreu às 8h05 de hoje (13) no Hospital Proncor em Campo Grande. Os trending topics, conforme o twitter, são selecionados automaticamente identificando os assuntos mais falados no momento. O nome do poeta alcançou a quinta posição no trending topics. Vários usuários postaram informações sobre a morte, matérias e várias homenagens, além de trechos de obras, poemas e poesias escritas pelo autor. As tags #RipManoeldeBarros e #ManoeldeBarros tomaram conta dos tweets dos brasileiros. “Hoje morreu o maior dos bocós”, citou o baixista da banda Oficina
Epígrafe a Manoel de Barros

Epígrafe a Manoel de Barros

Manoel de Barros, Poético
Meu caro poeta... estejai tranquilo. O Pantanal, com seus corixos e mistérios surge através de suas palavras, caleidoscópio da abóbada celeste na moldura de minha janela. Estejai tranquilo, meu caro poeta. O sistema solar esconde os equinócios, guaches, pincéis, clavicórdios, num par dourado de olhos amarelos devorados por seus poemas. Meu caro poeta, amo estes morros, esses guavirais. Amo andar sobre esse tapete mágico de cabeça pra baixo no imponderável. Amo o íntimo de sua poesia, da mesma maneira que amas o rio Paraguai, o cerrado, e tua infância em Corumbá. Dona Assunção da rua Frei Mariano, fez uma bela goiabada daquelas goiabas. Bernardo, lá do Pantanal, espalhou quinze livros por aquela praça. O neto do seu Jorge e da dona Guiomar fez um g
Manoel de Barros desfaz 90 anos

Manoel de Barros desfaz 90 anos

Manoel de Barros
Texto publicado em portunhol selvagem no blog portunholselvagem.blogspot.com em 11 de dezembro de 2006. Por Douglas Diegues Antes di mandarme para Berlin y Madrid, deixei en las manos du mio bróder Bosco Martins duas horas de fita con uma entrevista inédita que filmamos com Manoel de Barros en sua casa de la Rua Piratininga. Y u Bosco Martins ficou no Brasil e non dormiu no ponto e montou um especial de final do ano do programa O Outro Lado de La Fronteira, que será transmitido pela TVE Regional de Mato Grosso do Sul ainda neste mês (www.tveregional.com.br). Mas mia surpreza maior fue llegar a Campo Grande domingo passado y receber do Bosco la edicione da revista Caros Amigos deste mês, com a foto du nosso Manoel de Barros a la capa y quatro páginas com entrevistas inéditas com o
Manoel, a musa Clarice, a vergonha que o fazia vomitar e a morte

Manoel, a musa Clarice, a vergonha que o fazia vomitar e a morte

Manoel de Barros
Reportagem publicada no site Campo Grande News em 13 de novembro de 2014. Por Ângela Kempfer Sempre que o assunto é Manoel de Barros, o jornalista Bosco Martins é um porto seguro. Conviveu com o poeta e foi um dos últimos a deixar a rotina de visitas à casa da família na rua Piratininga, quando o amigo já não tinha mais condições de falar e apenas parentes e 4 enfermeiros passaram a ser companhia. Há cerca de cinco meses, quando o “poetinha” não guardava mais a fraqueza diante da morte inevitável, Bosco chegou a chorar para mim em uma mesa de padaria. Nas conversas de botequim, adorava compartilhar as histórias que muito dizem sobre a personalidade e simplicidade de Manoel no trato do corriqueiro, mas também de algumas paixões literárias. Descobri com Bosco, por exemplo, que Clarice
Homenagem a Manoel de Barros foi justa, mas tardia, avalia professora

Homenagem a Manoel de Barros foi justa, mas tardia, avalia professora

Manoel de Barros
Reportagem publicada no site Campo Grande News em 26 de julho de 2012. Por Elverson Cardozo Justa homenagem ao poeta Manoel de Barros, mas foi tardia, avaliou a professora de séries iniciais Claudia Cariaga, de 40 anos, que foi à Bonito para a 13ª edição do Festival de Inverno. Para a professora, que leciona em Dourados e na cidade de Nova Alvorada do Sul, a homenagem ao poeta deveria ter sido feito há muito tempo, mas a tendência à valorização das “coisas de fora” não deixou. “Acho que deveria ter sido feita em condições dele estar presente”, afirmou. E esse desinteresse, declarou, reflete no ensino. Claudia Cariaga, que é professora do estado e município, disse que tenta levar para as salas de aula os “nomes de Mato Grosso do Sul”, mas o material didático fornecido não supre es
Jornalista relembra última conversa com o poeta Manoel de Barros

Jornalista relembra última conversa com o poeta Manoel de Barros

Manoel de Barros
Reportagem publicada no portal G1 em 16 de novembro de 2014. Jornalista frequentava a casa do poeta em Campo Grande. Martins revela quem era o 'alter ego' do poeta sul-mato-grossense. O jornalista João Bosco de Castro Martins fez parte do seleto grupo de pessoas que conviveram e frequentavam a casa do poeta Manoel de Barros em Campo Grande. Ele contou ao G1 algumas passagens com o escritor e relembrou da última conversa com Manoel, em novembro de 2013, quando já estava com a saúde bastante debilitada. “Após essa data as visitas rotineiras terminaram a pedido da família. Acredito que só os familiares tinham acesso ao poeta”, disse Martins. O jornalista disse que conheceu Manoel no início da década de 80, por intermédio do seu filho, João Venceslau de Barros. “Eu completava 26 anos naq
“Fotógrafo oficial” de Manoel de Barros passou a registrar o mundo

“Fotógrafo oficial” de Manoel de Barros passou a registrar o mundo

Manoel de Barros
Reportagem publicada no site Campo Grande News em 4 de março de 2014. Por Anny Malagolini Hoje com 51 anos, o fotografo Marcelo Buainain carrega na profissão prêmios e muitos elogios, mas uma das preciosidades que ganhou na vida foi a sorte de ter como vizinho o poeta Manoel de Barros. Hoje, no Rio Grande do Norte, bem distante do Pantanal de nosso poeta, Marcelo fala da vida e lembra do vizinho que o intimidava quando morou na Rua Manoel Seco Tomé, no bairro Jardim dos Estados, há 20 anos. Havia uma janela na casa de Manoel, voltada para o jardim da família Buainain. Sem nunca ter visto quem morava ao lado, o temor de ser uma pessoa estranha fez aquela parte da residência ser menos usada, diz o fotógrafo. “Perdi a privacidade por conta da janela, mas depois descobri a inocência dela”
Um ano sem Manoel de Barros: TVE exibe especiais no fim de semana

Um ano sem Manoel de Barros: TVE exibe especiais no fim de semana

Manoel de Barros
Reportagem publicada no site Folha MS em 11 de novembro de 2015. Por Erik Silva Sexta-feira completa um ano da morte do poeta Manoel de Barros. Para rememorar, a TV Educativa exibe, sábado e domingo, programas especiais com menções sobre o poeta, que morreu aos 97 anos, no dia 13 de novembro do ano passado. No sábado, às 14h, a TVE exibe o filme Caramujo Flor, de Joel Pizzini, e entrevista realizada pelo jornalista Bosco Martins, amigo e confidente do poeta, um dos maiores escritores que o mundo literário conheceu. Domingo, também às 14h, será exibido o documentário “O poeta é um ser que lambe as palavras e se alucina”, de Arlindo Fernandes. A entrevista mediada pelo jornalista Bosco Martins, realizada em 2006, quando o poeta completou 90 anos, traz reflexões sobre poesia, políti