BM acervo

Estátua de Manoel será instalada na sombra de uma figueira, no coração da Cidade Morena

Estátua de Manoel será instalada na sombra de uma figueira, no coração da Cidade Morena

BM acervo, Manoel de Barros
Reportagem publicada no Portal da Educativa em 27 de setembro de 2017. Por Kemila Pellin Na Avenida Afonso Pena, bem ali, no coração de Campo Grande, de baixo da figueira,  entre as ruas Rui Barbosa e Pedro Celestino, será instalada a homenagem a aquele que, através da poesia, fez de Mato Grosso do Sul um estado reconhecido por sua diversidade e natureza exuberante. A estátua de Manoel de Barros em tamanho real, sentado no sofá de sua casa, finalmente vai sair da galeria para ficar pertinho do público. A decisão foi anunciada hoje (27) pelo secretário de Estado de Cultura e Cidadania, Athayde Nery, na presença do artista plástico Ique Woitschach, do Juiz da 2ª Vara de Direitos Difusos David de Oliveira, da representante do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul (IH
Autor da obra de Manoel de Barros questiona existência de sítio histórico militar na Afonso Pena

Autor da obra de Manoel de Barros questiona existência de sítio histórico militar na Afonso Pena

BM acervo, Manoel de Barros
Reportagem publicada no Portal da Educativa em 20 de setembro de 2017. Por Kemila Pellin A escolha do local definitivo para a estátua que marca o centenário de Manoel de Barros continua gerando polêmica. O laudo negativo do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul (IHGMS) para instalação da obra no canteiro central da Avenida Afonso Pena, entre as ruas Rui Barbosa e 13 de Maio, foi repercutido em todo Estado e ganhou destaque nacional com reportagem divulgada no Correio Braziliense, de autoria do jornalista e amigo do poeta, Bosco Martins. O autor da obra, cartunista e escultor campo-grandense Victor Henrique Woitschach – Ique – também se posicionou publicamente nas redes sociais, questionando a existência de sítio histórico militar. “Mesmo tendo que acatar decisão j
Manoel de Barros e Delinha Sinfônico encantam público nesta terça-feira na TVE

Manoel de Barros e Delinha Sinfônico encantam público nesta terça-feira na TVE

BM acervo, Manoel de Barros
Reportagem publicada no Portal da Educativa em 10 de janeiro de 2017. Por Kemila Pellin Hoje é dia de homenagear o grande poeta que inspirou a programação especial de Ano Novo da TVE. Manoel de Barros será personagem principal do programa CULT.E desta terça-feira (10) a partir das 21 horas. Na sequência a voz encantadora e inconfundível de uma das maiores artistas sul-mato-grossenses poderá ser contemplada no show Delinha Sinfônico, conduzido pelo maestro Eduardo Martinelli. Manoel de Barros é conhecido mundialmente pela sua poesia lúdica e que tinha como eixo central o Pantanal de Mato Grosso do Sul. Ele é o responsável por disseminar nossa cultura e fazer do nosso patrimônio natural uma referencia para o mundo. “Até hoje quando me chamam para falar de Manoel eu digo e repito: não é
Exposição na RTVE: “Olhares infantis” bordam obras de Manoel de Barros

Exposição na RTVE: “Olhares infantis” bordam obras de Manoel de Barros

BM acervo, Manoel de Barros
Reportagem publicada no Portal da Educativa em 21 de dezembro de 2015. Alunos de 9 a 10 anos expõem trabalhos no saguão da Rádio e TV Educativa em homenagem ao poeta que completaria 99 anos nesse mês de dezembro Os trabalhos retratam a obra de Manoel de Barros na forma que mais se aproxima do estilo literário do poeta, marcado pelas “brincadeiras” com as palavras e um vocabulário muito peculiar, interpretativo e estilo figurado. Os alunos, com idades de 9 e 10 anos, são do quinto ano da Escola Oswaldo Tognini, da Fundação Lowtons de Educação e Cultura (Funlec) de Campo Grande. Os trabalhos, que unem arte plástica e artesanato, estão expostos no Espaço Cultural da Rádio e TV Educativa (RTVE), local bastante visitado por turistas que chegam à Capital. São cerca de 100 gravuras em acríl
‘Manoel foi figura única e inventor da literatura pantaneira’, diz Martins em homenagem ao centenário do poeta

‘Manoel foi figura única e inventor da literatura pantaneira’, diz Martins em homenagem ao centenário do poeta

BM acervo, Manoel de Barros
Reportagem publicada no Portal da Educativa em 26 de novembro de 2016. Por Kemila Pellin “Até hoje quando me chamam para falar de Manoel eu digo e repito: não é nenhum ‘despropósito’ afirmar que ele inventou sua própria literatura, a “literatura pantaneira”, destacou o jornalista e diretor presidente da da Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul, Bosco Martins ao homenagear o centenário de Manoel de Barros durante abertura do II Fórum Nacional de Jornalistas da Mídia Eletrônico, Turismo e Meio Ambiente que aconteceu em Bonito em Mato Grosso do Sul. Ao lado da compositora e cantora Lenilde Ramos, Martins usou a poesia de Carlos Drummond de Andrade para se referir ao poeta, afirmando, sem nenhum receio, que sua vida foi ‘mais bonita do que a de Robinson Crusoé’. Segundo o jornalista,
Obras de Manoel de Barros são interpretadas por crianças

Obras de Manoel de Barros são interpretadas por crianças

BM acervo, Manoel de Barros
Reportagem publicada no jornal Correio Braziliense em 18 de dezembro de 2015. Alunos de Campo Grande, cidade que viveu Manoel de Barros em Mato Grosso do Sul, montaram uma exposição em homenagem ao poeta Estudantes entre 9 e 10 anos da Escola Oswaldo Tognini participaram de um projeto em homenagem aos 99 anos de Manoel de Barros. As crianças foram apresentadas as obras do poeta e a partir da infantil interpretação reproduziram com colagem, linha e giz de cera, as palavras do escritor. São cerca de 100 gravuras em acrílico e colagem, ilustrações com giz de cera e telas bordadas com linhas de crochê, uma técnica francesa chamada ponta de agulha. Os trabalhos estão expostos no Espaço Cultural da Rádio e TV Educativa, movimentado ponto turístico da cidade. O idealizador do
Manoel de Barros, nosso poeta das novas palavras, manda notícias

Manoel de Barros, nosso poeta das novas palavras, manda notícias

BM acervo, Manoel de Barros
Reportagem publicada no site Campo Grande News em 18 de agosto de 2013. Por Bosco Martins* Manoel de Barros vive em uma casa do centro de Campo Grande (MS) com a mulher, Stella. Aos 96 anos (já conta os 97) considera “um privilégio” ter chegado a esta altura, sem nunca precisar agradar ou bajular ninguém. Por conta da idade, o Poeta diminuiu muito a sua produção. Os anos trouxeram ainda outros dissabores, como uma maior dificuldade para andar e a lentidão para escrever, agora, segundo ele, já em ritmo “baticum gererê”. O poeta faz poesia, a lápis (ou com uma Bic), usando a mão esquerda possui alguns dedos “adormecidos”. Mantém sua letra miúda e justifica: “Não sei de máquina. E ignoro computador. Cheguei antes”. Em seu escritório, continua a reunir seus tesouros: as fotos do pai Joã
Arte Educação dá o tom na nova exposição da Galeria de Artes da TVE Cultura

Arte Educação dá o tom na nova exposição da Galeria de Artes da TVE Cultura

BM acervo
Aberta a nova exposição da galeria de artes da TVE Cultura: Mostra de Arte Digital – Arte Digital Urbana, que reúne trabalhos dos acadêmicos do curso de artes visuais da UFMS. As obras são o resultado de de um processo de produção e experimentação de objetos artísticos criados a partir das mediações tecnológicas digitais. A proposta do evento é pensar a arte como uma forma de colaboração com o desenvolvimento cultural da sociedade, buscando influenciar na formação de um olhar mais crítico e democrático dos indivíduos. Os acadêmicos expressam uma linguagem poética híbrida nos trabalhos, empregando também metáforas e simbologias, manifestadas na sobreposição de diversas camadas de fotografia, vídeo, som, animação e desenho. A arte é vista, sob este prisma, como parte essencial do processo
Espaço Cultural da Fertel: arte e cultura para centenas de visitantes em 2018

Espaço Cultural da Fertel: arte e cultura para centenas de visitantes em 2018

BM acervo
Cerca de três mil pessoas já visitaram neste ano o Palácio das Comunicações, sede da Fertel (Fundação Luiz Chagas de Rádio e TV Educativa de Mato Grosso do Sul). Estudantes, grupos de turistas ou a população em geral têm no local a oportunidade de conhecerem um pouco da história das redes públicas de rádio e televisão do Estado e, ainda, visitarem exposições de arte no Espaço Cultural Jornalista Aldo Olarte de Souza. Na quinta-feira (8), por exemplo, alunos do 2º ano do Ensino Fundamental da Escola Oswaldo Tognini conheceram a exposição “Mato Grosso do Sangue”, do artista Pedro Guilherme Garcia Góes. A visita ocorreu por iniciativa da instituição de ensino, sendo guiada pelas professoras Sueli Parone e Zuleide, e contaram ainda com a presença do autor das peças da mostra. “Os alunos fi
TVE Cultura vai intermediar R$ 20 milhões para produção audiovisual no Centro-Oeste

TVE Cultura vai intermediar R$ 20 milhões para produção audiovisual no Centro-Oeste

BM acervo
Foi lançado pela Ancine (Agência Nacional do Cinema) edital de fluxo contínuo de produção para a TV, que prevê a destinação de R$ 251 milhões para financiar conteúdo audiovisual voltado às emissoras do país. Publicado em 1º de novembro, ele prevê três modalidades de financiamento gerenciadas pelo BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul). Deste total, R$ 50 milhões foram reservados para emissoras públicas, universitárias ou comunitárias; com R$ 20 milhões garantidos para o Centro-Oeste – nos Estados de Mato Grosso do Sul, Goiás e Mato Grosso e no Distrito Federal. Poderão ser inscritas para análise de financiamento obras seriadas de ficção, documentário, animação, variedades e reality-show; e telefilmes de ficção, documentário e animação. “É uma forma encontrada para incen